I'm Brazilian, I've always loved music and since I was little I buy and I listen to rock.
During the 70's I met a magazine called Pop, which I christened German Pop, since it was of Germanic origin, I did not understand what was written in the great majority, but it was there that I met the groups that I publish here on the blog today. Rock made in Germany is one of my favorites, but my taste is very eclectic.

Sou brasileira, sempre amei música e desde muito pequena compro e ouço rock. Durante os anos 70 conheci uma revista chamada Pop, que batizei de Pop Alemã, uma vez que era de origem germânica, eu não entendia o que estava escrito na sua grande maioria, mas foi ali que conheci os grupos que hoje publico aqui no blog. O rock feito da Alemanha é um dos meus favoritos, mas meu gosto é muito eclético.

sexta-feira, 27 de julho de 2018

Pyramid - Dawn Defender 1976 (Germany, Krautrock, Space Rock)


Lindo projeto alemão de rock ácido. O obscuro e subestimado "Dawn Defender" é constantemente misterioso, abstrato e experimental, com paisagens sonoras eletrônicas  pontuadas por guitarra elétrica e efeitos de eco. O álbum foi originalmente lançado Toby Robinson para a gravadora Pyramid. Uma séria manifestação "kosmische" krautrock, uma viagem musical perfeita. Pra quem curte Cosmic Jokers e A.R & the Machines.
 
"Dawn Defender" é obviamente mixado de muitas sessões diferentes, e roda uma grande variedade de estilos, desde o agitado Ash Ra Tempel, com guitarras de eco e sintetizadores cintilantes até mergulhar de cabeça no território de overdrive de Hawkwind. A sensação é muito parecida com o que a Porcupine Tree e a Electric Orange tentaram mais recentemente, exceto pelas autênticas texturas de Mellotron e antigas técnicas analógicas de delay. Ao todo, um excelente álbum de Krautrock espacial. 

Um obscuro projeto de estúdio produzido por Toby Robinson, também conhecido como The Mad Twiddler. Estas sessões foram gravadas por volta de 1975-76 em Colônia para a gravadora subterrânea Pyramid, operada por Toby e seu amigo Robin Page (o artista Fluxus). Durante esse tempo, Toby trabalhou como engenheiro e assistente em vários estúdios em Colônia, incluindo os famosos estúdios Dieter Dierks, onde a maioria dos álbuns do catálogo Ohr / Pilz / Cosmic Courier foram registrados. Tendo acesso aos estúdios durante horas mortas, Toby gravou muitas sessões apenas por diversão, sem qualquer interesse comercial, com amigos e músicos que frequentavam os estúdios e a cena underground de arte / música de Colônia. Algumas destas sessões foram mais tarde lançadas em vinil em sua gravadora Pyramid com a ajuda do artista Robin Page.

Mediafire

Nenhum comentário: